Tradução: Glamour Plus, Espanha (Janeiro de 2008)

Por que estes sete anos de ausência pública?
Sou uma mulher privilegiada. Tudo que consegui desde jovem, e a conta bancária de meu namorado, me ajudam a fazer o que me dá na telha. Não se trata apenas de saber eleger onde quero estar em cada momento, mas também de me sentir feliz com a minha vida, ainda que as vezes as coisas sejam complicadas…

Que coisas podem complicar-se na vida?
Meus fantasmas, meus sonhos e o desejo de superar-me a mim mesma… queria ser como Jacques Brel: compor músicas, escrever meus próprios textos, cantar e dirigir minha própria orquestra. Fazer o trabalho completo sozinha.

Como nasceu o seu último trabalho Divinidylle?
No decorrer de muito tempo. Tudo o que canto são coisas que aconteceram comigo, minhas experiências: mudar de país, de vida, o nascimento de meus filhos, alguns filmes… e também minha história de amizade com M, com quem compus o álbum.

O lançamento do CD é o fim de seu “exílio americano” e também o fim de sua vida de mãe por tempo integral. Agora que você começará a fazer shows, quem vai cuidar das crianças?
Somos pais muito organizados, que vão se virar sozinhos, Lily-Rose tem 8 anos e Jack cinco. O problema é que na vida das mulheres tudo acontece ao mesmo tempo, e é muito difícil decidir. Mas minha família sempre estará em primeiro plano, acima de tudo, isso eu garanto.

Você é bastante camaleônica: por um lado é uma artista muito sofisticada, e em outros momentos é mãe. Quem é a verdadeira Vanessa?
As duas. Minhas duas caras vivem em perfeita harmonia. Às vezes me sinto como uma página em branco. Mas também tenho muito instinto e os sigo cegamente.

A sua história com Johnny, o pirata e a princesa, parece muito bonita para ser verdade. O que há de real por trás do conto de fadas?
Muito. Na realidade, tudo. Nossa história é verdadeira, a mais verdadeira, te garanto.

Você não se cansa de viver com o mesmo homem?
Na verdade existe amor para toda a vida. E o nosso amor é um desses, pelo menos é isso que desejo. E posso te garantir que é muito mais difícil de viver como nós vivemos do que terminar após a primeira semana…

Como vocês vivem na ilha de vocês?
Não posso te contar, isso é nosso segredo!

Ah, conta vai…
Estar lá é… quando diante de si tem apenas o horizonte é muito difícil ficar nervosa porque a cafeteira não funciona… o tempo se prolonga. E essa é a verdadeira grandeza, a humildade. Nunca me sinto tão pequena quando estou lá.

Parece pra você a felicidade completa?
Sim, lá todo mundo encontra a dimensão exata. O tempo passa no ritmo perfeito…
Sou muito sortuda no amor, mas não temos uma formula mágica para que as coisas saiam bem, às vezes nem tudo é tão fácil. Só posso dizer uma coisa: ter encontrado o homem certo aos 25 anos foi uma sorte maravilhosa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s