Tradução: Elle Suécia (Agosto de 2001)

O paraíso de Vanessa
Joe le taxi, um comercial para Chanel e Lenny Kravitz. Vanessa Paradis tem experimentado um grande negócio – e agora seu caso de amor com Johnny Depp parece mostrar-se em fotos de paparazzi em todos os jornais do mundo. Sua própria boca tem se mantido bem fechada. Até agora…

Vanessa Paradis vive sem dúvidas. É bem a cara dela ter uma criança com Johnny Depp depois de ter o conhecido por apenas três meses.

Ela tem estado com pressa por toda a sua vida. Com apenas sete anos de idade ela cantou na TV pela primeira vez. Quando ela tinha quatorze anos gravou o hit Joe le Taxi. Com dezesseis anos de idade ela recebeu um prêmio por seu primeiro papel no cinema.

Mais tarde, ela assinou um grande contrato a fim de ser uma modelo para a linha de perfumes da Chanel, gravou um álbum com Serge Gainsbourg e um com Lenny Kravitz – e gerenciou um bem publicado romance com o último.

Agora Vanessa Paradis tem 28 anos, e no outono foi lançado o seu quarto álbum, Bliss, no qual ela escreveu todas as letras e músicas sozinha. As canções são sobre sua nova vida com Johnny e sua filha de dois anos, Lily-Rose.

Quando se escuta o seu álbum, rapidamente tem-se a sensação de que você está rudemente harmoniosa.
Eu sou rudemente harmoniosa. Eu vivo com o homem que eu amo. Nós temos uma filhinha, que é o raio de sol de nossas vidas. Eu fiz esse álbum para eles, para nós. Quando eu trabalhava nele eu queria que eles se orgulhassem de mim.

Johnny Depp aparece no álbum. Não há alguma dificuldade em combinar a vida privada e uma carreira?
As dificuldades vêm se você não respeita um ao outro. Se você não é o melhor amigo do outro. Você pode trabalhar em conjunto ou deixar o trabalho te separar. O importante é manter o relacionamento vivo, resguardar o amor, respeito e generosidade, mesmo que seja apenas através de um telefonema ou um fax.

Uma música é dedicada a sua filha, e é sobre as dificuldades de se permanecer puro “em um mundo que não é”. Você acha que as crianças nascem boas e a sociedade é quem as corrompe?
Sim, eu acho que nos três primeiros anos da sua vida você é puro e inocente.

Sim, mas lá pelos quatro anos, as pessoas começam a arrancar as asas de moscas.
As crianças não sabem o que estão fazendo. Quando eu era pequena, eu gostava de ser rude com as pessoas. As crianças não compreendem os efeitos das palavras e ações. Uma das filhas dos meus músicos cortou a cauda de um gato. Não porque ela é má, mas como um experimento. (risos)

Como é que você vai proteger Lily-Rose a partir de todas as coisas ruins no mundo?
Nós nunca teremos segredos entre nós. Talvez eu seja super protetora, mas eu não vou colocá-la em um casulo. Quando ela tiver dezoito anos, eu não vou sempre estar lá para protegê-la. Este é um período da vida que você passa por alguns golpes tremendos, e nem sempre está pronto para se defender.

O pai dela é tão protetor assim?
Talvez ainda mais do que eu sou.

Como você administra quando está em turnê?
Isto é um pouco complicado. Eu tento administrar as coisas para que eu possa estar com ela o máximo possível – caso contrário, eu não vou. Eu não posso viver sem ela.

Você que fez a foto na capa do seu CD?
Não, mon amoureux que tirou a foto e depois trabalhou com ela no computador, mas eu que fiz os pequenos desenhos dentro do livreto. É precisamente como se você tivesse feito um presente e quisesse embrulhá-lo você mesma. Eu não fiz tudo sozinha, mas eu coloquei muito de mim nele.

Isso me lembra um pouco de um álbum de fotos que uma mãe faz para criança recém-nascida. Até mesmo podemos ouvir a voz de sua filha no disco.
Isso foi exatamente o sentimento que eu estava tentando atravessar.

Onde você mora mais: França ou Estados Unidos?
Eu moro onde eu trabalho. E quando eu não trabalho, eu moro onde mon amoureux trabalha. Se ele também não estiver trabalhando, então nós moramos em nossa casa no sul da França.

A palavra “mon amoureux” (meu amante) soa encantador. Mas você não prefere dizer, “meu marido”?
Nós não somos casados.

É por isso que eu perguntei.
Eu não sinto qualquer necessidade de casar. Não somos nem contra e nem a favor do casamento, apenas não é necessário. Quando eu era mais nova e antes de eu o conhecé-lo, eu sonhava, como outras garotas, sobre casamentos, utilizar o sobrenome do outro e tudo isso. Nós começamos tendo uma criança no lugar. Três meses depois de nos conhecermos.

O que é que você acha que é tão atraente sobre ele?
Tudo. Mesmo os seus defeitos. Porque ele tem alguns desses, também, felizmente.

Em uma música você canta: “Eu parei de me procurar, quando eu te encontrei.” É assim que você se sente?
Eu nunca tinha imaginado uma vida com filmes, música e enorme sucesso. Mas eu senti que se você experimenta essas coisas sozinha, algo não está certo. Ter alguém para compartilhar a vida é sucesso. Mesmo assim eu entendo que há pessoas que fazem outras escolhas.

É porque vocês têm um ao outro que você não usa mais maquiagem?
Hoje à noite eu vou cantar, e então eu usarei maquiagem. Mas privadamente é ótimo ser capaz de secar os olhos sem se preocupar com o lápis de olho e deixar a pele respirar. Antes, parecia que eu era forçada a aceitar o meu corpo – hoje, meu homem me ama da maneira que eu sou. Eu não tenho que fazer um esfoço para outras pessoas – exceto para o público e para as câmeras. Mas isso não significa que eu não ligo para a minha aparência. Eu amo belas roupas, preferencialmente com pérolas e bordados dos anos 30.

Seus pais viveram juntos por um longo tempo. Você se sente como se tivesse que ao menos ser tão bem sucedida quanto eles?
Não, não há duas vidas iguais. A maioria dos pais dos meus amigos são separados ou divorciados. Minha mãe sempre disse: “Você acha que isso foi fácil para nós?”. Viver juntos durante trinta anos não é fácil. Meus pais provavelmente passaram por coisas tão difíceis quanto os seus amigos. Eles apenas tiveram mais paciência.

Você tem muita paciência?
Mais do que Johnny. Eu era impulsiva e desorganizada antes. Agora, quando vamos a qualquer lugar, tenho de fazer a minha mala e tudo o que Lily-Rose precisa. E hoje eu sou tão bem organizada que minha mãe só ri, porque é tão diferente da minha personalidade. Ao mesmo tempo, eu sei que quando o mon amoureux é impulsivo e intolerável, eu preciso acalmá-lo. Mas não é como que eu fosse eu que lidasse com tudo, nós nos revezamos. Às vezes eu sinto vontade de gritar ou jogar um prato na parede. De vez em quando é preciso fazê-lo. Mas no final, um de nós precisa ceder, se apenas não fosse sempre a mesma pessoa. Johnny apenas precisa de uma faísca e ele explode. Mas ele também pode ser muito calmo. Ele consegue controlar os seus demônios interiores. E então ele é ainda mais calmo do que eu sou.

Parece um pouco surpreendente já que vocês dois têm uma imagem de rebeldes e provocantes.
Eu nunca me vi como uma rebelde. Eu na verdade acho esse pensamento ridículo. Se eu provoquei, isso aconteceu sem eu querer. Ele é igual. Quando ele bateu em algo ou teve um acesso de fúria sempre teve uma razão para isso em algum lugar. Eu não entrarei em detalhes. Esta é a história dele e a maior parte aconteceu antes de nos conhecermos.

Você acha que é verdade que se um homem não se rebelou antes dos 20 anos, há algo de errado?
Sim, você se acalma ao longo dos anos. Você não será mais um rebelde, você não vai protestar, você se torna mais maleável. Nós devemos ensinar Lily-Rose a protestar. (risos) Eu acho que ela já aprendeu isso por conta própria.

Isso são as mesmas coisas, que fazem você reagir?
Sim, quase. O que nós sempre reagimos contra é um trabalho mal feito, coisas perversas – tudo que é muito barato.

Bliss é álbum que é muito íntimo, mas nunca impróprio. Você nunca teve dúvidas sobre fazê-lo?
Não, porque eu não abri nenhuma porta – meu disco é sobre coisas do dia-a-dia, nas quais qualquer um pode reconhecer. Eu raramente falo da minha vida pessoal. Eu fiz isso agora. Eu não quero que as pessoas pensem que eu fico quieta porque tenho algo terrível para esconder. Porque eu vivo uma vida muito bonita. E eu não pude me controlar em não falar sobre nós. Quando eu estou apaixonada, quando eu estou feliz, eu quero contar isso para o mundo todo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s