As homenagens de Vanessa na música

No post de hoje, vou falar um pouco sobre as músicas das quais Vanessa gravou ou escreveu durante toda sua longa carreira de mais de 25 anos, que são homenagens para pessoas próximas e que ela tem muito carinho, seus ídolos e ex-ídolos, ou personalidades em geral, que estão presente nos seus álbuns:

Manolo Manolete (1988): foi o segundo single na carreira da Vanessa, e a música homenagem ao toureiro espanhol mais conhecido como Manolete, muito famoso entre os anos 30 e 40, que faleceu após levar uma chifrada na coxa. Há canção não teve uma repercussão boa na mídia, que dizia ser muito polêmica por se falar da tourada, mas esse não era o tema da música, e sim o personagem em si. Há quem diga que Vanessa não se orgulha do trabalho, pois passou uma imagem totalmente diferente do que era pra ser, e ela jamais voltou a cantar o título.
Marilyn et John (1988): segunda música de maior sucesso na sua carreira, leva o título homenagem a Marilyn Monroe, John Kennedy e o romance “secreto” que eles tiveram. Vanessa é fã assumida de MM desde criança, e em parceria com Etienne Roda-GilFranck Langolff, ela ganhou a música prontinha para ser gravada, homenageando então seu maior ídolo até os dias de hoje.
Maxou (1988): em resumo, James Dean. Era o ator favorito de Vanessa durante boa parte de sua infância e adolescência. Também foi feita por Etienne e Franck.
Scarabée (1988): pouco se falou, mas essa é uma homenagem, música também elaborada por Roda-Gil, Langolff e cantada por Vanessa, para John Lennon. Aí o nome, Scarabée traduzindo é besouro, ou beetle/Beatle.
Gotta Have It (1992): parte da música foi escrita por Lenny Kravitz, e a letra fala sobre ele.
Les Acrobates (2000): escrita parcialmente por Vanessa e dedicada ao seus pais, Andre e Corinne, e sua irmã mais nova, Alysson.
When I Say, Dans Mon Café e Bliss (200o): as três músicas tiveram parte do texto feito por Vanessa, e dedicadas  ao seu ex-companheiro e pai dos seus dois filhos, Johnny Depp. Bliss foi inteiramente feita pelo ex-casal.
St. Germain, Firmaman, La Ballade de Lily-Rose (2000): a primeira foi composta por Vanessa e Johnny, e as duas últimas somente por Vanessa. Dedicadas a filha, Lily-Rose, da qual podemos ouvir a voz em algumas delas.
Jackadi (2007): canção feita por Vanessa, dedicada ao seu filho, Jack. Ele canta  música tema de Popeye no início.

Os rumores:
Abracadabra (2007): não teve a colaboração da Vanessa no processo de escrita, mas  há quem diga que foi feita pensando em seus filhos.
I Wouldn’t Dare (2007): essa canção foi parcialmente feita por Bill Carter, que é muito amigo de Johnny e próximo da família, e supostamente foi feita pensando no ex-casal.
Nenhuma das duas foi confirmada, e Vanessa só mencionou a segunda em entrevista ao Taratata em 2007, dizendo que um “amigo americano” a escreveu pensando nela.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s