Vanessa participa da «Marcha Mundial pelo Clima»

O cunhado de Vanessa, Guillaume Gouix e sua irmã Alysson Paradis postaram no instagram, no sábado (28), uma foto deles com a Van, customizando seus tênis de caminhada para a marcha simbólica pelo clima. A campanha de apoio ao encontro da COP21, que acontecerá em Paris, é da Avaaz e aconteceu em diversas cidades ao redor do mundo nesse fim de semana.

Inicialmente, seria umar marcha, mas devido a medidas de seguranças por conta dos atentados terroristas em Paris, a marcha foi cancelada. Resolveram então fazer uma “marcha simbólica”, que consistia na entrega de pares de sapatos para cobrir uma praça. Depois, esses sapatos serão doados para instituições humanitárias.

Marcha foi cancelada devido aos atentados em Paris, mas ativistas encontraram forma de estar presentes

Chinelos de criança, botas repletas de flores, tênis acompanhados de palavras em defesa do planeta são alguns dos milhares de sapatos que cobrem hoje a praça parisiense de onde sairia uma marcha pelo clima, cancelada devido aos atentados.

Este “mar” de sapatos partilha a praça La République com uma estátua e uma escultura, transformadas este ano numa espécie de monumentos aos mortos, em memória das vítimas dos atentados de janeiro, que causaram 17 mortos, e de 13 de novembro, que provocaram 130 mortos, e agora rodeados de flores, velas e inscrições de homenagem.

“Mais de quatro toneladas” de sapatos foram recolhidos na última semana, explicou a diretora adjunta de Avaaz, um movimento mundial de mobilização de cidadãos, que teve a iniciativa desta ação.

Entre os cerca de 20 mil pares de sapatos dispostos estão, segundo os organizadores, alguns de donos mais conhecidos, como aqueles do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, os botins da atriz francesa Marian Cotillard, os tênis da cantora Vanessa Paradis, ou os saltos agulha da estilista britânica Vivienne Westwood. E “até o papa Francisco enviou um par”, acrescentou um membro da Avaaz.

O gigantesco tapete, que cobre mais de um terço da enorme praça, é “um monumento simbólico da determinação das pessoas em ser escutadas”, referiu Emma Ruby Sachs.

O Avaaz apelou a todos aqueles que iriam participar na marcha pelo clima, marcada para hoje, em Paris, para enviarem um par de sapatos para representá-los.

Todos os sapatos estão orientados na direção da praça de la Nation, onde a manifestação deveria terminar, antes de ser cancelada pelas autoridades francesas devido ao reforço da segurança, após os atentados.

“É uma experiência incrível perambular entre milhares de pares de sapatos. Pode sentir-se a dor das vozes reduzidas ao silêncio, mas também a esperança que esta conferência possa salvar o planeta”, disse ainda Emma Ruby Sachs.

Mais de 140 chefes de Estado e de governo vão estar na segunda-feira, em Paris, na sessão de abertura da conferência das partes das Nações Unidas sobre clima, que vai prolongar-se por duas semanas para tentar chegar a um acordo com vista a reduzir as emissões de gases com efeito de estufa e conter a subida da temperatura média do planeta nos dois graus.

Milhares de cidades em todo o mundo realizam este fim de semana marchas em defesa do clima e a chamar a atenção para a necessidade de avançar medidas para conseguir enfrentar as alterações climáticas, responsáveis pelo aumento de fenômenos extremos, como secas ou inundações, além da subida do nível do mar.

Fonte

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s