Tradução: Grazia França (09/03/2018)

VANESSA
Rara e preciosa, presente em nossas vidas desde sua adolescência, Vanessa Paradis faz parte destas mulheres no qual o percurso, apesar dos obstáculos, nunca falhou. Suas escolhas sempre foram pessoais, tudo fortemente ressonante com seu público, que muitas vezes se identificam com ela por todo o país. Quem diz melhor? Nesses dias, ela retorna ao cinema com Chien, de Samuel Benchetrit. Reencontro.

Continuar lendo

Tradução: Vogue França (23/02/2018)

Vanessa Paradis: “Eu me sinto liberta”

 

Seu nome que nós juraríamos que foi inventado, seu sorriso marcante e uma fotogenia incrível, Vanessa Paradis não para de encantar. De surpreender também. Como no novo filme de Samuel Benchetrit, Chien, incrível fábula cruel, ela atravessa com confiança. Ela parece tão leve que quase esquecemos que ela passou, durante trinta anos, a filmografia de alguns monstros do gênero, Jean Claude Brisseau, Jean Becker, Patrice Leconte, Jean-Marc Vallée, John Turturro, a quem mediu contra o poder de Derpardieu, Delon, Belmondo. É de Los Angeles que promove seu último filme. Quando o telefone toca, sua voz de cigarro, distante, mas segura, desencadeia uma avalanche de memórias, a sua própria, que também é nossa. Estranha mistura de familiaridade e distância, simpatia alegre e domínio perfeito do exercício de entrevista. Nothing personal. Ela sabe muito sobre este trabalho, suas curiosidades pouco saudáveis, suas ondas de mania e os momentos de esquecimento, de esperar, jogar o jogo das confidências. Ela escolheu há muito tempo o seu campo, o prazer de brincar, curtir a vida com a guarda, o campo das canções que fazem o bem, a melancolia do tempo que passa.

Continuar lendo

Vanessa Paradis na Elle Rússia

Vanessa é a capa da revista Elle Russia, edição de dezembro de 2017. As fotos são de Koto Bolofo.

Vanessa Paradis na Numéro China

Vanessa é a capa da revista Numéro China, edição de novembro de 2017. As fotos são de Paola Kudacki.

Vanessa e Lily para a revista “Our City of Angels”

Lily-Rose Depp compartilhou no seu Instagram uma imagem que faz parte da nova edição da revista Our City of Angels e que representa o apoio da atriz e da mãe, Vanessa Paradis, à associação americana Planned Parenthood, que há mais de um século se dedica a dar informação às mulheres sobre sexualidade, igualdade de género e parentalidade. Ambas aparecem envoltas em robes de hotel e rodeadas de chá, pastéis e sacos de compras Chanel – tudo menos uma coincidência já que ambas têm uma relação muito especial com a maison.

A revista estará à venda na Colette, em Paris, e online, no site da publicação. Todos os lucros revertem a favor da associação. As fotos são de David Mushegain e Vanessa aparece usando as mesmas botinhas que a acompanham desde 1992.

Vanessa: “De um lado é minha vida em Paris e o outro lado é minha vida em Los Angeles. E o que faz todos os lados se juntarem são meus filhos. Eles são o meu interior, o meu exterior, estão ao meu lado e são o meu outro lado.”

Lily: “Meu outro lado pertence a uma fazenda no Kentucky rolando na lama com os porcos.”

 

Continuar lendo

Vanessa na imprensa francesa dessa semana

Nessa segunda semana de dezembro o que se falou de Vanessa Paradis nas revistas francesas foi o seu novo relacionamento. Ela estampou todas as revistas de fofoca na mesma semana, pois está de namorado novo, o diretor Samuel Benchetrit (ele dirigiu o seu novo filme “Chien”). Eles foram primeiramente fotografados juntos na Bélgica, durante as filmagens. Essas fotos renderam a matéria na Voici. As fotos da Paris Match foram feitas em Paris na primeira semana de dezembro.

Continuar lendo

Vanessa na Vogue Paris de dezembro

Karl Lagerfeld é o editor chefe da Vogue Paris, edição especial de dezembro – como Vanessa foi no ano passado – e compartilhou a capa com Lily-Rose. Vanessa aparece com duas fotos na revista, e relembra seus encontros com Karl. Nada diferente do que ela falou para a Sorbet. Vanessa Paradis usa capa e vestido Alexander McQueen, boina e jóias Chanel.

Eu encontrei o Karl pela primeira vez em 1991. Foi em seu estúdio na rua Cambon. Eu tinha integrado a Chanel na pele do pequeno pássaro que incarnava o perfume Coco. O encontro foi breve. Eu lhe disse três palavras e olhava para meus pés. Anos depois, foi graças à Karl que eu reencontrei a maison. E desde então, ele não parou de me fotografar. O que eu prefiro nele é o seu olhar. Há atrás dos óculos escuros uns olhos de uma pureza que me emociona. Eu me recordo de uma sessão memorável no Castelo de Versalhes, na ocasião de um concerto acústico que eu fiz na Ópera do castelo. Karl estava lá e nós fizemos fotos em fotos os lugares. Eu me troquei no quarto de Maria Antonieta no Petit Trianon, eu toquei sua harpa, escalei as estátuas, me banhei nas fontes…Sobre os concertos, nós os fizemos uma festa graças a ele. À meia-noite, à luz de velas, nós andamos pela Galeria dos Espelhos, os quartos, os salões e as passagens secretas. Eu tinha que me beliscar para perceber o que eu estava vivendo naquele momento. Mas se eu deveria lembrar de um souvenir com o Karl, seria sem dúvida a salsa que nós dançamos a dois em Cuba, sob uma pequena chuva, em um lugar sublime, realizada por músicos cubanos. Eu percebi que não era a sua primeira salsa, eu estava nos braços de um excelente dançarino. Eu também adoro escutar ele falar, assistir aos seus desfiles e vestir seus vestidos, mas isso não preciso falar…”

ATUALIZAÇÃO 11/01/17 – NOVO VÍDEO:

Sua relação com Karl:
É um privilégio! É verdade, é um privilégio dizer que você trabalhou com ele, que você o ouviu falar, conversou com ele e foi vestida por ele. Eu sou muito, muito sortuda!

O encontro:
Faz muito tempo. Eu estava trabalhando com produtos de beleza da Chanel. Eles me apresentaram ao Karl, eu acho que por cortesia, porque não estávamos trabalhando juntos. Eu era jovem, muito tímida. Eu fui até o estúdio da Rue Cambon, toda sua equipe estava lá. Acho que eu passei muito tempo olhando para meus pés!

Karl em uma palavra:
Espontâneo, talvez isso serviria muito bem a ele. É alguém que trabalha com um grande negócio, pensa muito, é muito cultivado e tem muita experiência na vida. Sua espontaneidade está intacta!

Uma lembrança dele:
Eu dançando salsa com ele, em Cuba, sob uma deliciosa chuva fina. Não sabia que ele dançava tão bem, nunca havíamos dançados juntos, então foi um grande momento para mim. Eu ficava dizendo a mim mesma: “aproveite o máximo disso, pois não acontecerá duas vezes”. Foi quase extraordinário estar dançando nos braços de Karl Lagerfeld, sob a chuva em Cuba, rodeada de músicos. Foi sublime!

Madame Figaro com Lily-Rose e Vanessa

A revista francesa Madame Figaro de hoje (03/06) traz Lily-Rose Depp na capa e no recheio uma linda foto de Vanessa Paradis, ambas tiradas em Cannes.

Lenny Kravitz fala de Vanessa Paradis e Prince

vanessaplennyprince

Vanessa Paradis declarou várias vezes no início da carreira que ela era muito fã do Prince, cantor que faleceu há poucos dias. Ela até chegou a gravar uma cover de Sometimes it snows in april para um programa especial dos seus 18 anos.

Ontem, Lenny Kravitz escreveu um artigo para a Rolling Stone falando de sua aproximação com ele e rendendo uma bela homenagem. No meio de tantas memórias compartilhadas, uma é com Vanessa:

“Lembro de uma vez em que eu estava namorando Vanessa Paradis. Eu tinha acabado produzir seu álbum e ela estava vivendo em Paris. Eu a levei para o apartamento dele uma vez, tarde da noite. Eu acho que nós ficamos lá de 23:00, tipo, até seis da manhã. Estava ele e sua namorada do momento e eu e Vanessa. Vanessa era esta jogadora de bilhar realmente afiada. Ela é bem pequena, uma garota extremamente bonita, com uma voz doce. Ele perguntou se ela queria jogar bilhar, pensando que ele ia chutar por trás esta menina. E ela o venceu terrivelmente. Foi a única vez que eu vi alguém fazer isso com ele. É uma grande memória.”

Fonte

Vanessa Paradis é a editora convidada da Vogue Paris especial de Natal

Vanessa Paradis foi a convidada de honra da edição dupla e especial de Natal da Vogue Paris. A edição de dezembro 2015/janeiro 2016 terá três belas capas com a musa francesa, fotografada por  Inez Van Lamsweerde & Vinoodh Matadin, David Sims e Karim Sadli.

Vanessa Paradis nos convida para o seu mundo neste Natal, abrindo seu álbum de família, compartilhando memórias pessoais no palco e fora, junto com a Paris que ela conhece e ama, e os homens que moldaram sua vida. Conheça uma cantora francesa e atriz única, cuja estrela brilhou em dois continentes e três décadas sem escurecimento.

Paradis
Fotógrafo: Inez & Vinoodh
Stylist: Emmanuelle Alt

Confession d’une Enfant du Siècle
Fotógrafo: Karim Sadli
Stylist: Joe McKenna

Au Charme Non Plus
Fotógrafo: David Sims
Stylist: Suzanne Koller

 

Quando tivermos acesso aos scans da revistas, iremos postá-los juntamente com a entrevista traduzida.